Saiba como funciona a decolagem e o pouso de um avião

Saiba como funciona a decolagem e o pouso de um avião

19/02/2020 0 Por novaoperadora

Após a revisão total da aeronave, contagem de passageiros, verificação do peso e a exatidão no cálculo de combustível, chega a hora de realizar a decolagem, um momento, assim como o pouso, de extrema atenção para qualquer piloto. A partir da autorização da torre de controle, o comandante encaminha a aeronave para a pista principal, pisa no freio e aciona os flapes e slats para aumento das asas, ao mesmo tempo em que aplica potência máxima nos motores para iniciar a “corrida”. Todo esse movimento é literalmente calculado, a partir dos números que foram apurados antes da operação iniciar. Toda a calibragem do equipamento passa por essas inúmeras contas. Acredite: é isso que faz o avião aplicar a força necessária para adquirir velocidade e se sustentar para iniciar o voo.

Para se ter uma ideia, jatos comerciais chegam facilmente a 900km/h no ar e, chegando ao destino final, precisam reduzir a velocidade para o pouso.
Para exemplificar, pense em um pássaro voando…. Ao pousar, ele abre as as asas para reduzir a velocidade e empurra o ar para frente. Nos aviões, o conceito é o mesmo, com a abertura de asas e ajuda novamente dos flapes, slats e freios aerodinâmicos.
Ainda no ar, o avião “empina” o nariz para perder velocidade e, já no solo, é acionado o reverso no motor e os freios das rodas para que todos os passageiros possam escutar a célebre frase: “senhores passageiros, bem-vindos ao seu destino. Obrigado por voar conosco”.